Vereadores em ação: Confira o Resumo da 27ª Sessão Ordinária da Câmara de Capixaba

1 SARA FRANK

Falou sobre agenda que teve com o Deputado Flaviano Melo, no intuito de manter Emenda de 2019, conseguida na gestão anterior, no valor de mais de um milhão reais para o município de Capixaba, que teria como objeto a aquisição de equipamentos como trator esteira, pá carregadeira e um caminhão. Falou sobre o trabalho desenvolvido pelo Secretário de Agricultura, Sandro Marcelo. Falou também que o Gerente da SEPA, o senhor Junior está iniciando uma nova etapa na mecanização do município. Retornando a falar sobre as ações do Deputado Flaviano Melo, disse que para o município poder crescer, precisa ser apadrinhado por um parlamentar que queira ajudar e nisto intitulou o Deputado Flaviano como pai da agricultura familiar do município de Capixaba, citando que o Deputado tem destinado emendas para aquisição de equipamentos tanto para a Prefeitura em benefício da Secretaria de Agricultura, quanto para a SEPA também com equipamentos. Acrescentou que além de equipamentos, também contemplou a escola São Francisco com internet banda larga.

Disse que a escola apesar de ser pequena, mas precisava de internet pelo fato de ser uma escola isolada. Mudando de assunto, falou sobre a construção de porto na comunidade da Subaia. Disse que fez solicitação de um auditório para a Escola Argentina ao Gabinete de Flaviano. Retomou o assunto sobre a SEPA, destacando que em Outubro e Novembro, o órgão fez a emissão de mais de 50 DAPs, ou seja, fez o atendimento de mais de 80% das demandas agendadas e junto com Incra está sanando problemas de emissão de DAP, que já tinha muito tempo que não era feito. Citou que o povo da promissão já não acreditava que seria possível a emissão de DAP mas agora a realidade mudou e as DAPs foram feitas. Em relação à mecanização, disse que a SEPA com apenas 2 tratores já realizou mais de 200 hectares de mecanização, atendendo diversos produtores. Mudando de assunto anunciou que a partir de janeiro a SEPA fará a contratação de profissionais para prestar assistência técnica. No demais falou da volta de Otávio Varêda para a SEPA. Disse que a SEPA está dialogando direto com o produtor, está indo dentro dos roçados para chegar até o povo. Fez desfecho, salientando que Capixaba nos próximos anos se destacará como maior produtor de milho e soja. E que a Câmara de Vereadores irá garantir que os pequenos produtores tenham acesso aos mesmos direitos/benefícios que os produtores grandes têm. Disse que com muito diálogo irá solicitar de volta o silo do município, pois ele tem que voltar para o pequeno produtor. Mudando de assunto, contou que recebeu muitas reclamações da saúde, que o povo pergunta se não vai ter mais losartana, remédio para diabetes, etc. e nisto afirmou que a Saúde já recebeu mais de 2 milhões e setecentos mil reais, então não tem como justificar falta de medicamentos. Disse que a Saúde é o grande gargalo do município. No tocante deixou sua preocupação, destacando que a licitação dos medicamentos foi feita, e que levou o pregão até o TCE, porque vê clara inconsistência no que aparece empenhado e liquidado pela Prefeitura em relação às informações do portal da transparência e o que se vê realmente. Finalizou dizendo que fez denuncia pública no TCE e está procurando o MP com o mesmo pregão, com as reclamações e depoimentos de pessoas que não tem acesso a medicamentos.

2 ANTONIO FRANÇA

Parabenizou as falas da Vereadora Sara, destacando que o Secretário Sandro está dando conta da pasta da agricultura. Falou sobre Emenda da Drª Vanda Milani, para construção do Porto da Subaia, e que espera que seja executada. Contou que fez indicação para limpeza da hortigranjeira, porque estava um mato alto e hoje a hortigranjeira já está limpa. Nisto parabenizou o Secretário Billy pela atuação, enfatizando que fica alegre quando faz indicação que é cumprida em tempo hábil. Endossou as palavras de Sara sobre a saúde, destacando pessoas que precisam agendar consulta na fundação e não conseguem. Citou como exemplo um paciente com problemas nos rins que foi até a Secretaria e não conseguiu marcar retorno na fundação, apesar de seu médico ter sido claro sobre tal necessidade. No tocante reclamou que o Secretário de Saúde não manda nenhum documento explicando a situação. Disse que os Vereadores estão cobrando sobre a saúde porque é o setor mais importante do que ramais, agricultura, etc. pois a saúde deve estar sempre em primeiro lugar, no entanto está andando de bengala. No demais falou sobre fisioterapia de criança que sofreu queimaduras, destacando que muitas vezes não é liberado o combustível para ela ir fazer a fisioterapia em Rio Branco. Citou também que a criança não tem boas condições de moradia e tampouco de alimentação, então além da questão da saúde, a Secretaria de Assistência Social tampouco está indo bem. Nisto solicitou ao Prefeito e Secretária de Assistência Social para que olhem com mais carinho para o povo necessitado. Finalizou relembrando que o apesar das questões citadas, o Prefeito está sendo elogiado na questão dos ramais, porque a muito tempo não se fazia ramais bons como está sendo feito agora.

3 AMILTON COSTA

Endossou o discurso da Vereador Sara Frank em relação a agricultura familiar, quando ela fala sobre o pré-planejamento para 2022. Destacando que fica alegre porque a maior parte da população é da zona rural e tem que ter política pública voltada para atender essa população, para que não fiquem à mercê do bolsa família e outros programas sociais. Mudando de assunto disse que o Governador do Estado, Gladson Cameli, tem sido grande parceiro do município de Capixaba, citando as parcerias para a reforma que está acontecendo no Centro cultural, e as obras do Ginásio e Assistência Social que vão iniciar. No tocante deixou sua gratidão a Gladson. Outro tema abordado foi sobre a saúde municipal, destacando que já pediu a troca do Secretário. Que desde que Manoel Maia assumiu, a saúde tem sido um caos, tem tido grande dificuldade em mostrar os serviços à população. Disse que Câmara tem cobrado da Saúde e do Prefeito, interna e externamente. Relatou visita feita juntamente com outros Vereadores à Secretaria de saúde e farmácia básica, para averiguar a questão dos medicamentos, onde conversaram com os atendentes e verificou a real situação da farmácia. Esclareceu que graças a Deus esses dias chegou medicamentos na farmácia que alguns dos medicamentos citados hoje na tribuna, tem na farmácia, mas outros faltam. No demais apontou contratempos entre UBS e farmácia, porque muitas vezes o funcionário da UBS não sabe os medicamentos que tem na farmácia. Nisto, cobrou o feedback entre os dois pontos, fato que a atualização entre farmácia e médico foi feita e hoje o médico está receitando conforme os medicamentos existentes no estoque da farmácia básica. Ainda sobre medicamentos, disse que foi informado pelo Secretário que hoje a farmácia conta com 80 a 90% dos medicamentos da atenção básica. Finalizou falando sobre evento realizado no dia 19 no Idelfonso Cordeiro referente ao Novembro Azul, onde teve atendimentos com clinico geral,  odontólogo, testes rápidos e vacinas da covid, etc.

4 FRANCISCO GOMES

Primeiramente disse que em seus discursos sempre traz a verdade para a sociedade. No tocante falou da preocupação em relação a reposição das luminárias danificadas, os apagões constantes no município, etc. nisto destacou que irá ter audiência pública com a Energia e essas questões precisam ser discutidas. No demais, contou que também esteve na visita à farmácia básica e a seu ver não crê que haja 80 a 90%, mas acredita que tem 60% dos medicamentos da farmácia básica no município. Expôs que recebeu reclamações sobre a falta de AAS e de insulina na saúde, no entanto durante a visita verificou que existe sim esses medicamentos na farmácia municipal. No tocante, denotou preocupação em relação a essas reclamações, indicando que ao receber essas queixas, deve-se primeiro averiguar se realmente não tem o remédio ou o funcionário que não quer atender. Finalizou falando que nunca viu a SEPA caminhar lado a lado com a Secretaria de Agricultura do município, mas que se houver o interesse dos gestores das pastas em dar as mãos, as coisas andariam muito mais e quem ganha é o produtor.

5 CLENILDA DOS SANTOS

Falou sobre uma Audiência pública que irá acontecer na associação AMARCA, com o objetivo de fazer a mudança da modalidade do PAE para o PA, porque a localidade já não se enquadra no PAE, e com isso corre riscos com o INCRA. Também destacou que na modalidade atual os moradores não têm direito a acessar crédito rural e por isso querem reivindicar melhorias. Acredita que com a audiência vai dar certo a mudança. Mudando de assunto, falou sobre o Aulão Solidário, que acontece aos finais de semana gratuitamente para comunidade. Destacou que esse ano está terminando e só terá mais uma aula, no entanto ano que vem haverá continuação. Nisto agradeceu ao Prefeito e Vice Prefeito pela contribuição para o acontecimento do Aulão. Finalizou relembrando que no dia 14 de setembro fez indicação relativa à falta de ACS em alguns locais da zona rural e foi atendida no dia 30 de Setembro, nisto parabenizou o Secretário Douglas da Silva Nascimento pelo atendimento da indicação.